FANDOM


Tancredo da Galiléia ou Tancredo de Hauteville (1072 ou 1076 - 5 ou 12 de Dezembro de 1112) foi um líder da Primeira Cruzada que depois se tornou príncipe da Galileia e regente do Principado de Antioquia. Era filho de Ema de Apúlia, sobrinho de Boemundo de Taranto e neto de Roberto Guiscardo com Alberada de Buonalbergo.

Em 1096, Tancredo juntou-se ao seu tio Boemundo na Primeira Cruzada. Em Constantinopla, os líderes cruzados foram pressionados por Aleixo I Comneno a lhe prometerem ceder ao Império Bizantino as terras que conquistassem aos muçulmanos. Apesar de os outros líderes terem jurado sem tencionar cumprir a promessa, Tancredo recusou-se sequer a fazer o juramento.

Tendo participado no cerco de Nicéia em 1097, viu a cidade ser tomada pelo exército de Aleixo devido a negociações secretas deste com os turcos seljúcidas. A partir deste momento Tancredo não confiou nos bizantinos. Mais tarde no mesmo ano, tomou Tarso e outras cidades da Cilícia, e participou do cerco a Antioquia em 1098.

No ano seguinte, durante o ataque a Jerusalém, Tancredo, tal como Gastão IV de Béarn, reclamou a honra de ter sido o primeiro cruzado a entrar na cidade a 15 de Julho. Ambos fizeram centenas de prisioneiros muçulmanos, dando protecção a alguns destes no telhado do Templo de Jerusalém. Mas na manhã seguinte ordenou aos cruzados o massacre dos refugiados no templo, muçulmanos e judeus, homens e mulheres. Quando se estabeleceu o Reino de Jerusalém, Tancredo recebeu o Principado da Galileia, vassalo desse reino.

Nicolas Poussin 080

Tancredo e Ermínia de Nicolas Poussin - Tancredo da Galileia numa versão romantizada criada no século XVI

Tancredo renunciou ao seu principado para se tornar regente de Antioquia em 1100, quando o seu tio Boemundo foi aprisionado pelos danismendidas. Expandiu o território do principado ao tomar terras dos bizantinos, apesar de na década seguinte Aleixo tentar, sem sucesso, subjugá-lo ao controlo do seu império.

Em 1104 também se tornou regente do Condado de Edessa quando Balduíno II foi aprisionado na Batalha de Harã. E depois da sua libertação em 1107, Balduíno teve de lutar contra Tancredo, aliando-se a alguns governantes muçulmanos locais para retomar o seu condado e ver o seu regente e rival voltar para Antioquia.

Em 1108, com a morte de Gervásio de Bazoches, Tancredo voltou a assumir o Principado da Galiléia. Recusou-se a honrar o Tratado de Devol, pelo qual Boemundo I jurara vassalagem a Aleixo, e por várias décadas o Principado de Antioquia manteve-se independente do Império Bizantino. Em 1110 tomou o Krak dos Cavaleiros, que se tornaria numa importante fortaleza do Condado de Trípoli.

Tancredo permaneceu regente de Antioquia, então em nome do seu primo Boemundo II até à sua morte em 1112, durante uma epidemia de febre tifóide. Tinha-se casado com Cecília de França, filha do rei Filipe I de França com a sua segunda esposa Bertranda de Monforte, mas morreu sem gerar descendência.

Tancredo na ficçãoEditar

  • Tancredo surge como um personagem no poema quinhentista Gerusalemme Liberata (Jerusalém Libertada), de Torquato Tasso, no qual é retratado como um herói épico, com um amor (ficcional) por uma guerreira pagã chamada Clorinda. É também amado pela ficcional princesa Ermínia de Antioquia.
  • Parte dos versos de Torquato Tasso foram adaptados por Claudio Monteverdi na sua obra dramática de 1624 Il Combattimento di Tancredi e Clorinda.
  • Em 1759 Voltaire escreveu a peça de teatro Tancrède, em que Rossini baseou a sua ópera Tancredi (1813)
  • Tancredo também surge em uma cena de A Tragédia do Homem de Imre Madách

BibliografiaEditar

  • Gesta Tancredi, um panegírico de Tancredo escrito em latim por Rudolfo de Caen, um normando que aderiu à Primeira Cruzada e serviu sob o comando de Tancredo e Boemundo I. Em 2005 foi publicada uma tradução para inglês, por David S. Bachrach.
  • Bohemund und Tancred por B von Kugler (Tubingen, 1862) baseia-se nestes dois personagens
  • Tancred: A Study of His Career and Work, Robert Lawrence Nicholson, AMS Press, 1978
  • The First Crusade: The Chronicle of Fulcher of Chartres and Other Source Materials, Edward Peters, Philadelphia: University of Pennsylvania Press, 1998
  • The Life and Times of Tancred, Stuart Hunn, Penguin Publishing, 1985


Precedido por
fundação do principado
Príncipe da Galileia
1099 - 1101
Sucedido por
Hugo de Fauquembergues

<center>

Precedido por
Boemundo I
(Príncipe)
Blason Antioche
Regente do
Principado de Antioquia

1100-1103 e 1104-1112
Sucedido por
Boemundo II
(Príncipe)

<center>

Precedido por
Balduíno II
Regente do
Condado de Edessa
(em nome do conde
Balduíno II de Edessa)

1104-1108
Sucedido por
Balduíno II

<center>

Precedido por
Gervásio de Bazoches
Príncipe da Galileia
1109 - 1112
Sucedido por
Joscelino I de Edessa


45px-Smallwikipedialogo.png Este artigo utiliza material oriundo da Wikipédia. O artigo original está em Tancredo da Galileia. A relação dos autores originais pode ser vista no histórico do artigo. Assim como acontece com a Cristianismo Wiki, o texto da Wikipédia encontra-se debaixo da Licença de Documentação Livre GNU.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória