FANDOM


Saul Throws Spear at David by George Tinworth.png

"Saul arremessa lança contra David" por George Tinworth

Saul (em hebraico שאול המלך ) é o nome do primeiro rei do antigo reino de Israel, conforme a tradição judaico-cristã.

Filho de Quis, da tribo de Benjamin, Saul teria vivido por volta de 1095 a.C. e reinado por quarenta anos.

Origem e ascensãoEditar

Antes de Saul, não pode-se definir uma nação israelita. Tratava-se de diversas tribos unidas por laços étnicos e culturais, que aliavam-se ou batalhavam entre si de acordo com a conveniência, e eram governadas por juízes, geralmente pessoas de renome que lideravam suas respectivas tribos em combates, e serviam como legisladores em tempo de paz. O elemento religioso judaico, com a crença no Deus único veio a trazer uma frágil aliança entre estas tribos em torno do Tabernáculo e da Arca da aliança.

De acordo com o texto bíblico[1], com o envelhecimento do último juiz Samuel, as tribos israelitas uniram-se para pedir um rei que pudesse guiá-los como havia nas outras nações. Apesar da oposição por parte de Samuel à proposta (já que Deus deveria ser o "único rei" de Israel), este acaba pedindo um sinal divino que lhe indica o benjaminta Saul como escolhido para governar o seu povo. As vitórias iniciais de Saul sobre os amonitas fizeram com que o povo o confirmasse como rei.

Reinado e morteEditar

Saul, antes um líder guerreiro do que realmente um governante, não alterou quase nenhum dos padrões tribais que imperavam sobre Israel desde a época dos juízes. Saul contava com auxiliares próximos como seu filho Jônatas. Saul e seu filho conseguiram importantes vitórias militares sobre os filisteus o que garantiu ao povo de Israel um período pacífico. Mas a constante ameaça dos filisteus, os desentendimentos entre as tribos e a imaturidade de Saul fadaram seu reinado ao fracasso. Saul em sua arrogância teria usurpado funções sacerdotais e violado as leis de Moisés quanto aos aspectos de guerra.

O juiz Samuel, vendo a decadência de Saul e inspirado por Deus acabaria por retirar seu apoio de Saul, e ungindo um jovem rapaz da tribo de Judá, Davi, para ocupar o lugar de Saul. Mesmo que este tenha conquistado um cargo na corte de Saul, e desposado Mical, a filha de Saul, Davi tornou-se objeto de inveja por parte de seu sogro. Davi havia liderado destacamentos contra os filisteus, e seu sucesso em combate e adulação por parte do povo, despertaram os ciúmes do governante. Davi é obrigado a fugir e peregrinar errante para fugir de Saul.

Em guerra contra os filisteus, Saul acaba por perder três dos seus quatro filhos (vide 1Sm. 31:2 e em seguida 1Cr. 8:33) no combate no monte Gilboa. Ferido, comete suicídio lançando-se sobre sua espada e, por fim, seu exército é disperso. Saul é decapitado e os filisteus penduram seu corpo e os de seus filhos nos muros de Bet-Shan. De acordo com a tradição, teria governado o povo de Israel por quarenta anos.

Precedido por:
-
Rei de Israel Sucedido por :
Isbosete
45px-Smallwikipedialogo.png Este artigo utiliza material oriundo da Wikipédia. O artigo original está em Saul (rei). A relação dos autores originais pode ser vista no histórico do artigo. Assim como acontece com a Cristianismo Wiki, o texto da Wikipédia encontra-se debaixo da Licença de Documentação Livre GNU.



Erro de citação: existem marcas <ref>, mas nenhuma marca <references/> foi encontrada

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória