FANDOM


450px-Michelangelos David.jpg

David representado por Miguel Ângelo.

David ou Davi (דוד significando literalmente "querido", "amado", em hebraico padrão Dávid, em hebraico tiberiano Predefinição:Uni; Árabe داود) foi um rei do antigo Israel, considerado um dos patriarcas da nação.

HistóriaEditar

David viveu algures à volta de 1050 a.C., foi o segundo rei de Israel sucedendo a Saul (sua Historia é relatada em detalhes nos livros de I e II Samuel). Foi um rei popular e o homem mais vezes mencionado na Bíblia. Ele foi o oitavo e o mais novo filho de Jessé, um habitante de Belém. O seu pai parece ter sido um homem de situação modesta. O nome da sua mãe não se encontra registrado, mas alguns pensam que ela era a Nahash. Quanto à sua aparência pessoal, sabe-se apenas que ele tinha cabelos ruivos, belos olhos e mui formosa aparência.

Na narrativa bíblica ele aparece inicialmente como tocador de harpa na corte de Saul e ganha notoriedade ao matar em combate o gigante guerreiro filisteu Golias, ganhando o direito de casar com a filha do rei Saul e a isenção de impostos. Depois da morte de Saul, Davi governou a tribo de Judá, enquanto o filho de Saul, Isboset, governou o resto de Israel. Com a morte de Isboset, Davi foi escolhido o rei de toda Israel e seu reinado marca uma mudança na realidade dos judeus: de uma confederação de tribos, transformou-se em uma nação estabelecida. Ele transferiu a capital de Hebron para Jerusalém, após conquistá-la, pois esta não tinha nenhuma lealdade tribal anterior, e tornou-a o centro religioso dos israelitas, trazendo consigo a Arca Sagrada (seu mais sagrado objeto).

Arquivo:Davi david hebraico antigo.JPG

Expandiu os territórios sobre os quais governou e trouxe prosperidade a Israel. Seus últimos anos foram abalados por rebeliões lideradas por seus filhos e rivalidades familiares na corte. Ele é tradicionalmente visto como o autor do livro dos Salmos, mas apenas uma parte é considerada seu trabalho.

Foi concedido por Deus, de acordo com a Bíblia, que a monarquia israelita e judaica iria certamente vir da sua linha de descendentes. O Judaísmo Ortodoxo acredita que o Messias será um descendente do Rei David. O Novo Testamento qualifica Jesus como descendente de David.

Foi ungido rei pelo profeta Samuel ainda durante o reinado de Saul, causando ciúmes de sua parte. Por isto Davi se exilou por um tempo.

Foi durante seu reinado que Jerusalém foi capturada dos jebusitas, tornando-se capital do reino de Israel.

Foi sucedido por seu filho, Salomão, que foi responsável pelo início da decadência do reino.

Resumo do relato bíblico sobre Davi Editar

Deus havia ordenado por meio de Samuel que Saul destruísse completamente o povo amalequita por haverem atacado o povo de Israel durante o período do êxodo do Egito, no entanto Saul não destruiu o melhor dos despojos e o próprio rei amalequita Agague. Por essa desobediência Samuel "profetizou" que Saul não seria mais o rei de Israel.

Samuel "instruído por Deus" vai secretamente até a casa de Jessé para "ungir" um novo rei para Israel. Apesar de Davi ser o mais novo de seus sete irmãos ele foi o "escolhido por Deus para ser ungido". A bíblia relata que nessa época um "mau espírito" atormentava Saul e seus servos buscaram alguém que soubesse tocar lira para que Saul se acalmasse. Saul se afeiçoou por Davi e fez dele seu escudeiro. Mais tarde quando o exército filisteu se reuniu para enfrentar os israelitas. Um gigante chamado Golias desafiou o exército israelita a enviar um homem para enfrentá-lo no entanto os israelitas tiveram medo do gigante. Davi indignando-se da vergonha que Golias "trazia a seu Deus" com suas palavras, decidiu enfrentá-lo. Saul ofereceu sua armadura para Davi, no entanto ele recusou por não ser treinado no combate com armadura e ser de pequena estatura em comparação à armadura (a Bíblia relata que Saul era particularmente alto dizendo que seus ombros sobressaíam acima do resto do povo), então Davi enfrentou Golias munido apenas de uma funda e algumas pedras. Logo no começo da batalha Davi acertou-lhe a testa com uma pedrada e caindo Golias arrancou-lhe a cabeça com sua própria espada.

Após a vitória Davi foi colocado como líder de um grupo de soldados e tornou-se o melhor amigo de Jônatas, filho de Saul. Sendo Davi bem sucedido em todas suas missões e ganhando fama entre o povo, o rei Saul passou a invejá-lo e temeu perder o poder para Davi A partir daí Saul tentou por inúmeras vezes matar Davi, o qual fugiu para salvar-se. Daví fugiu para o deserto, e começaram a reunir em torno de sí, todos os indesejáveis da época, a Bíblia fala que ladrões e assassinos começaram a procurá-lo, formando um pequeno contigente bélico, o qual o ajudava a se defender das investidas tanto do rei Saul, quanto de outros povos. Quando rei Saul morreu Davi governou a tribo de Judá. E Isboset, filho de Saul, governou o restante de Israel. Quando Isboset morreu Davi foi escolhido por Deus para governar a toda Israel. Ele foi um homem "usado por Deus e fez muitas mudanças a Israel".

Precedido por
Saul
Rei de Judá
40 anos
Sucedido por
Salomão

<center>

Precedido por
Isbosete
Rei de Israel
37 anos
Sucedido por
Salomão

Predefinição:Adão até Davi

Profetas do Islão no Alcorão
AdãoIdrisNuh HudSalehIbrahimLutIsmail IshaqYaqubYusufAyub Mosque.png
آدمادريسنوحهودصالحابراهيملوطاسماعيلاسحاق يعقوبيوسفأيوب
AdãoEnoqueNoéÉberSelá AbraãoIsmaelIsaacJacóJosé

Shoaib MusaHarunDhul-KiflDaudSulayman IlyasAl-YasaYunusZakariyaYahya Isa Muhammad
شعيبموسىهارون ذو الكفلداود سليمانإلياساليسع يونسزكريايحيىعيسىمحمد
JetroMoisésAarãoEzequielDavidSalomãoElias EliseuJonasZacariasJoão BatistaJesusMaomé

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória